Três pessoas são presas suspeitas de matarem homem a paulada

A Polícia Militar prendeu, na tarde desta segunda-feira (07), dois homens e uma mulher, sem idades divulgadas, suspeitos de matar Clemente Estêvão dos Reis, de 44 anos. O corpo dele foi encontrado na comunidade de Barrocãozinho, em frente ao Posto D'Angelis, na manhã de hoje, com ferimentos na cabeça. {colocar link da primeira materia}


Segundo a Polícia, Clemente estava bebendo com amigos e comemorando a vitória de um time no campeonato rural de Campos Elísios, quando ele e outro rapaz começaram a discutir  e saíram pelo meio da estrada quando, o jovem que estava com ele, deu duas pauladas. A esposa de Clemente informou que o motivo do crime seria o roubo de um celular, que o marido acusava o companheiro de ter roubado o aparelho da esposa.


No bolso da vítima foram encontrados duas buchas de maconha. 


Segundo o Sub-Tenente César, que esteve à frente da prisão, logo quando foram encontrados os três negaram a autoria. Em uma segunda conversa, as histórias começaram a se contradizer.


“A mulher presa era esposa da vítima e os outros dois, amigos do casal. Eles estavam bebendo e ficaram juntos até às 23h, essa foi a primeira história. Mas, o corpo foi deixado no chão às 23h, deste domingo e terceiros chamaram a Polícia apenas hoje”, explica.


Após análise da perícia, foi constatado que a vítima recebeu uma paulada na cabeça, caiu no chão e logo após jogaram um bloco de cimento, provocando um afundamento craniano.


“A esposa nos recebeu como se nada tivesse acontecido e a história dela também está contraditória. Em um segundo momento ela disse que presenciou tudo, no telefone dela todas as ligações estavam apagadas. O trio confessou que havia muita bebida e droga no meio deles”, relata Sub-Tenente.


Uma quarta pessoa envolvida já foi identificada, mas não foi encontrada. A Polícia segue as buscas.


Corpo com ferimento na cabeça é encontrado em Montes Claros

Categoria:Clube Alerta

Deixe seu Comentário