Combustível mais barato em Montes claros

Preço esteve abaixo dos R$4,00 nessa quinta-feira

O preço da gasolina caiu para abaixo de R$4,00 em dois postos de combustíveis da cidade, que passaram a ofertar o produto a R$3,97, no bairro Cintra, e a R$3,99, no bairro Major Prates, desde ontem. Nos outros postos, o produto oscila de R$4,44 a R$4,66. A ‘guerra dos preços’ foi deflagrada e, com isso, muitos motoristas estão formando filas nos postos onde o combustível está mais barato. Desde quando disparou o preço da gasolina, o melhor valor para os proprietários de veículos automotores foi de R$3,91, no mês passado. Com a queda apresentada ontem, um veículo com capacidade de abastecer 100 litros economizará R$75,00, pois, ao preço comum, pagaria R$466,00 de gasolina e com o desconto, pagaria R$397,00.

O motorista Paulo Rangel fez questão de acordar cedo e, depois de deixar o filho na escola, enfrentou a fila no posto com o melhor preço. Ele reside no bairro Santos Reis e aproveitou que foi levar o filho no bairro São José para deslocar-se até o posto onde a gasolina está em R$3,97. Colocou 50 litros e economizou R$38,00.

“Com a economia, posso colocar mais nove litros de gasolina, que me permite andar mais 90 quilômetros” – afirma Rangel. Ele afirma que o preço em Montes Claros parece cartelizado, pois todos vendem pelo mesmo preço, com pouca diferença.

O aposentado Mário Lúcio afirma que o Governo e o Procon poderia investigar como é possível vender a gasolina com preço tão diferente, pois o consumidor está estagnado e sofrendo com os preços. “Eu saio de minha casa, no Cidade Nova, e foi até o Centro, sempre usando o lotação, pois a gasolina está cara demais e ainda tem de enfrentar o estacionamento privado, com preços salgados. O Governo poderia ajudar a manter o preço mais acessível” – afirma Lúcio.

No final do mês de março e durante todo mês de abril os montes-clarenses foram beneficiados com a guerra de preço entre as revendedoras e que respingou para os consumidores. Todos postos de combustíveis aderiram ao preço baixo. Depois de 60 dias, o preço voltou a disparar. Nesta semana iniciou nova guerra, que até ontem tinha a adesão de apenas dois dos 60 postos da cidade.

 

Categoria:Clube Alerta

Deixe seu Comentário