Mulher é presa em Pirapora com 30 RGs falsos, que eram usados para comprar e revender produtos

uma mulher de 38 anos foi presa em Pirapora nesta sexta-feira (18) suspeita de cometer estelionatos na cidade. De acordo com a Polícia Civil, na casa dela, localizada no Bairro Industrial, pelo menos 30 RGs, além de cheques de terceiros e papéis que seriam usados para fabricar identidades falsas, foram apreendidos. A PC acredita que pelo menos trinta pessoas tenham sido vítimas de um golpe.

A ação da suspeita, que pode ter envolvimento de mais pessoas, era feita através de revendas de produtos que ela comprava usando nomes e documentos falsos. Através de identidades e dados de pessoas desconhecidas, ela adquiria produtos eletrônicos e assinaturas de televisão a cabo, e revendia. As carteiras, de acordo com a polícia, teriam sido adquiridas pela suspeita em Belo Horizonte.

A polícia acredita que a mulher se passava por uma espécie de consultora de TV a cabo. Várias vítimas da cidade, sem saberem do que se tratava, procuravam pela suspeita com o intuito de que fosse instalado um sinal de TV fechada na casa delas. A mulher seria uma intermediadora e contratava a instalação, mas utilizando nomes falsos.

“Dessa forma, ela se sentia a vontade para não pagar a empresa que fornece o sinal de TV. As vítimas pagavam a ela a quantia de R$ 150, esperando assistir aos canais fechados. No início dava certo, mas como ela não efetuava o pagamento, só no terceiro mês, quando o sinal era cortado, a pessoa percebia que havia caído em um golpe”, explica o delegado da Polícia Civil Jeferson Leal.

Ainda de acordo com a PC, não é possível precisar quantas pessoas podem ter caído nestes golpes. “Diante do que encontramos na residência da mulher, temos certeza de que pelo menos trinta pessoas caíram em algum golpe, no mínimo; uma vítima para cada RG. Caso alguma pessoa tenha sido vítima e ainda não tenha procurado a polícia, pedimos para que o acionamento seja feito, o que vai ajudar muito nas investigações”, afirma Jeferson Leal.

Como as carteiras de identidade falsas têm fotos de homens e mulheres, a Polícia Civil afirma que outras pessoas estão envolvidas no golpe de estelionato. Segundo a PC, as investigações continuam para que outros suspeitos sejam presos.

Categoria:Pirapora -mg

Deixe seu Comentário