Duas pessoas são presas em operação que investiga clonagem de cartões bancários no Norte de Minas

Um homem e uma mulher foram presos, na manhã desta quarta-feira (27), durante uma operação da Polícia Federal que investiga fraudes bancárias por meio de clonagens de cartões, no Norte de Minas. De acordo com a Polícia Federal, eles fazem parte de um grupo especializado em instalar dispositivos de captação de senhas e dados de cartões de clientes da Caixa Econômica Federal. Depois, efetuavam saques, principalmente, em vítimas que os cartões não continham chip.
As investigações começaram há cinco meses. Além das prisões, a PF também cumpriu três mandados de busca e apreensão. Objetos eletrônicos utilizados no crime e um veículo foram apreendidos. Os dois presos estão sendo ouvidos na delegacia da Polícia Federal e podem responder pelo crime de furto qualificado.
Os detidos são de Icaraí de Minas e, de acordo com a PF, o homem já foi condenado pelo Tribunal Regional Federal por crimes de clonagem de cartões bancários no Rio de Janeiro e aguarda, em liberdade, o julgamento do recurso. Em nota, a PF informou que "ele foi identificado como integrante de umas das maiores quadrilhas de fraudes bancárias no Rio de Janeiro". Ainda de acordo com a PF, o homem também responde por roubo de equipamento bancário em São Paulo.
Segundo as investigações, a quadrilha clonou cartões bancários e efetuou mais de uma centena de saques fraudulentos em várias cidades do Norte de Minas, entre elas Bocaiuva, Janaúba, Januária, Montes Claros, Pirapora, São Francisco, Várzea da Palma.
fonte  G1 Grande Minas.

Categoria:Pirapora -mg