homem é preso com carro clonado e munições em Buritizeiro

A Polícia Civil prendeu um homem de 39 anos com um carro clonado e munições de uso restrito em Buritizeiro nessa quinta-feira (30). Ele já havia sido detido no dia 8 deste mês, porque usava um perfil falso em uma rede social para fazer publicações difamando moradores da cidade. Ele foi solto no mesmo dia, após pagar fiança.

Nessa quinta, uma mulher de 35 anos também foi presa; o delegado Jefferson Leal explica que as prisões ocorreram durante a operação “Clone”, que tinha como objetivos localizar e apreender veículos clonados. Durante a abordagem, os policiais encontraram um carro e verificaram que o automóvel tinha dados idênticos ao de outro, com placas de Sorocaba (SP). Os documentos e o chassi estavam adulterados. De acordo com a Polícia Civil, a mulher acabou sendo presa porque tentou esconder o carro, que estava na casa dela.


 
Ainda durante a operação, foram apreendidas oito munições de uso restrito, além de um barco e uma televisão que, segundo o delegado, têm origem suspeita e podem ser produtos de receptação. Os dois presos e o material foram levados para o presídio da cidade.


Primeira prisão
O homem de 39 anos foi preso em Pirapora na quarta-feira (8) suspeito de cometer difamação pelas redes sociais há pelo menos três anos. Segundo informações da Polícia Civil, ele usava um perfil no Facebook usando o nome do empresário Joesley Batista. Desde 2016, publicações do usuário acusando moradores da cidade de terem relações extraconjugais e dirigindo agressões a políticos.


O Tribunal de Justiça exigiu que o Facebook informasse o IP do usuário da rede social, que significa o número que indica qual dispositivo a pessoa está usando. Através do endereço, a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do homem de 39 anos. No local, a PC encontrou ainda uma mochila com várias munições de três calibres diferentes, 22, 25 e 38.
 

Categoria:Buritizeiro-mg